Licitação para limpeza de SP é adiada

da Reportagem Local da Folha de São Paulo- 9/12/1999

"Erros técnicos" e questionamentos das empresas concorrentes levaram a prefeitura a adiar por mais de um mês a abertura da licitação para a escolha das empreiteiras que farão a varrição e recolhimento do lixo na cidade. A data original para a abertura dos envelopes de documentação estava marcada para amanhã. De acordo com a SSO (Secretaria de Serviços e Obras), aproximadamente 150 empresas compraram o edital da licitação. Porém, segundo a assessoria de imprensa da secretaria municipal, foram encaminhados mais de 120 questionamentos sobre itens do edital. O TCM (Tribunal de Contas do Município) também levantou algumas dúvidas. Em nota divulgada à imprensa, a prefeitura admite a "constatação de impropriedades no edital". De acordo com a nota, depois do dia 22 deste mês será aberto um prazo de 30 dias para a venda de um novo edital, com as correções solicitadas. A prefeitura informou que "as providências não alteram o cronograma de conclusão do processo licitatório até maio do próximo ano, quando o atual serviço prestado por quatro empresas dará lugar a um novo sistema, com a divisão da cidade em 27 regiões".