Cadê o lixo que estava aqui? O ralo comeu…

[et_pb_section bb_built=”1″ _builder_version=”3.19.18″ custom_css_main_element=”margin-top: -50px;”][et_pb_row _builder_version=”3.19.15″ border_width_all=”1px” box_shadow_style=”preset1″ custom_padding=”|20px||20px”][et_pb_column type=”4_4″][et_pb_text admin_label=”Descrição” _builder_version=”3.19.18″]

Cozinha. Lugar historicamente importante em uma residência. Local de união entre membros da família, entre patrões e empregados, entre amigos e parentes. Na realidade, cada vez mais, a cozinha é relevante espaço de uma casa ou apartamento. Nas casas, tem ganhado maior amplitude. Em apartamentos e lofts modernos, tem sido integrada à sala, reforçando a idéia de espaço de convivência, de local de encontro.



Mas, o que é feito com os resíduos alimentares de uma residência? O lixinho de pia ainda persiste nas cozinhas brasileiras? Nos Estados Unidos, cerca de 80% das novas residências já são entregues a seus moradores com trituradores de resíduos alimentares. Se lugar de união é na cozinha, nada mais justo que esse recinto seja agradável. Ou seja, nada de lixo!!!



Assim como no mundo inteiro, no Brasil, a penetração desse produto é crescente, principalmente em novas residências de alto padrão, que já contam com estes eletrodomésticos. Nos grandes centros, como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte esta realidade é melhor, os números variam de 5 a 30%, dependendo da região.



Os trituradores, em tempos de maior conscientização em torno da preservação do meio ambiente, têm, porém, incrementado sua presença nos lares brasileiros, ganhando adeptos entre os mais diferentes públicos: segmento “single” (solteiros, descasados), donas-de-casa, ou, simplesmente, quem preza, além da estética o bem-estar e a qualidade de vida fora e dentro de casa.



Higiene e Qualidade de Vida



Tanto conforto existe nas modernas cozinhas planejadas e de alto padrão. Eletrodomésticos de todos os tipos compõem um dos mais caros espaços de uma casa. Porém, por que os trituradores ainda não são comuns nas cozinhas brasileiras? Certa vez, uma socialite mineira nos confidenciou que sua lava-louças ainda estava lacrada. Afirmava que não sabia nem mexer no eletrodoméstico. Por que então comprar um equipamento de pouca utilidade, muitas vezes caro? Provavelmente porque o brasileiro ainda preza a estética, muito mais do que a funcionalidade nos projetos que desenvolve para suas cozinhas.



O gerente geral da In-Sink-Erator na América Latina, Carlos Amadio, empresa líder mundial na fabricação de trituradores de resíduos alimentares (com 80% de participação de mercado), sugere: “O brasileiro ainda não tem muita preocupação com funcionalidade. O americano, por exemplo, ao contrário, leva em conta a praticidade, conveniência e conforto proporcionado pelo valor agregado dos equipamentos que instala em sua residência”.



Mas, na realidade, o executivo acredita que o triturador veio para ficar. Assim como o celular tornou-se indispensável nos últimos dez anos, o triturador tende a se tornar eletrodoméstico indispensável em uma cozinha. Pesquisas revelam que, uma vez instalado o equipamento, raramente ele é dispensado.



No Brasil, muitas construtoras já estão atentas a essa nova tendência. Em Brasília, cerca de 90% dos novos empreendimentos imobiliários são entregues com trituradores In Sink Erator. Os equipamentos chegam a ser descritos nos folhetos de vendas como diferencial. No eixo Rio-São Paulo, várias construtoras também já compraram a idéia.



“Nada vale termos todo conforto em um empreendimento imobiliário: piscina, quadra, churrasqueira, etc, se dentro de nossas próprias casas não encontramos conforto e higiene, tendo que conviver com o mau cheiro gerado pelo lixo e com acúmulo de insetos que rodeiam os resíduos orgânicos”, ressalta o executivo.



“Além disso, o triturador facilita a separação do lixo para a reciclagem, diminui o problema dos lixões – depósitos de lixos que alimentam ratos e liberam gases tóxicos”, finaliza Amadio.



O que é um triturador de resíduo alimentar?



É um moderno aparelho de cozinha. Uma nova maneira de administrar os resíduos alimentares nas residências modernas. Pode ser instalado sob a pia da cozinha e conectado ao cano. Os triturado

[/et_pb_text][et_pb_text admin_label=”Ano da Publicação” _builder_version=”3.19.18″]
Ano da Publicação:
2003
[/et_pb_text][et_pb_text admin_label=”Fonte:” _builder_version=”3.19.18″]
Fonte:
www.reciclaveis.com.br
[/et_pb_text][et_pb_text admin_label=”Link ou Url:” _builder_version=”3.19.18″] [/et_pb_text][et_pb_text admin_label=”Autor” _builder_version=”3.19.18″]
Autor:
Rodrigo Imbelloni
[/et_pb_text][et_pb_text admin_label=”Email” _builder_version=”3.19.18″]
Email do Autor:
[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Check Also

Como montar uma empresa de reciclagem de papel?

BY RICARDO RICCHINIIN RECICLAGEM DE PAPEL — 2 JUN, 2015 A reciclagem de papel é …

One comment