O Programa Eco Cidadão realiza hoje, dia 20 de junho, mais uma ação de educação ambiental. Das 14h às 16h, um grupo de alunos da Escola Municipal de Pescadores estará no calçadão da área central de Macaé, distribuindo cartilhas sobre os oito objetivos do milênio. No contato com a população, os jovens lembrarão a importância de cada morador fazer a sua parte e manter a cidade limpa. A iniciativa conta com o apoio da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) e da Purac Sínteses.



Na semana passada, o Eco Cidadão recebeu moção de aplausos da Câmara Municipal. A homenagem ocorreu por indicação do vereador Maxwell Vaz (PT), em reconhecimento à importante contribuição do programa na melhoria da qualidade ambiental e do desenvolvimento sustentável no município. “O reconhecimento é muito positivo e gratificante para o nosso trabalho. Ele ajuda na mobilização de esforços e propósitos comuns, facilitando a busca de soluções para as questões sócio-ambientais”, afirma a pedagoga Marielza Cunha Horta, coordenadora do Eco Cidadão, realizado em parceria com a Prefeitura de Macaé.



Os esforços do programa são reconhecidos também pela comunidade internacional. A Universidade Aberta do Porto, através do biólogo Ulisses Azeiteiro, do Departamento de Ciências Exatas e Tecnológicas, decidiu realizar um estudo de caso sobre o Eco Cidadão. Segundo o professor Ulisses, que também integra o Departamento de Zoologia da Universidade de Coimbra, o interesse surgiu do sucesso das campanhas educativas e dos prêmios nacionais e internacionais alcançados pela iniciativa brasileira. “O estudo de caso dará aporte técnico-científico ao trabalho, potencializando o desenvolvimento de nossas ações e contribuindo para o alcance dos resultados esperados”, diz Marielza.

Ano da Publicação:
2007
Fonte:
Gustavo Nogueira
Autor:
Gustavo Nogueira
Email do Autor: