O novo produto, que já está sendo patenteado, ajuda a preservar o Meio Ambiente, pois utiliza os resíduos das indústrias e curtumes, e já desperta interesse no exterior. Com o objetivo de buscar alternativas de aproveitamento do resíduo da indústria de calçado de Franca, que se apresenta em 80% no formato de retalhos de couro, pesquisadores da Universidade de Franca (Unifran) desenvolveram um concreto pré-fabricado com adições destes resíduos. O novo produto oferece muitas vantagens. É mais leve que os já existentes no mercado e tem durabilidade comprovada, o que significa ser resistente ao desgaste por intempéries, ataque por sulfatos, reação álcali-agregado e permeabilidade controlada.

Em estudos preliminares, também foi constatado que como blocos de vedação e painéis de revestimento, este novo produto pode ser utilizado para controle de ruído, pois obteve excelentes resultados com suas propriedades acústicas. Tanto, que este trabalho já foi premiado no Congresso Internacional de Engenharia de Controle de Ruído (www.internoise2005.org.br) que ocorreu no Rio de Janeiro (agosto/2005) e está concorrendo a prêmio no XIII Congresso Brasileiro de Fonoaudióloga (www.sbfa.org.br) em Santos, pelo estudo da contribuição da reciclagem do couro no programa de conservação auditiva. Cada etapa da pesquisa vem sendo apresentada em eventos científicos desde 2003, como p.ex., no 46º. Congresso Brasileiro do Concreto (www.ibracon.org.br) em Florianópolis, no Congresso Internacional de Concreto para Estruturas (www.dec.uc.pt/incos) em Coimbra, Portugal; bem como na direção de contabilidade ambiental, no VII ENGEMA (www.fia.com.br) na FEA-USP de S.Paulo, e agora em novembro/2005 também será apresentada no VIII ENGEMA – Encontro Nacional sobre Gestão Empresarial e Meio Ambiente (www.ebape.fgv.br) como modelo de reciclagem de resíduos na indústria de calçados.



A equipe da UNIFRAN, comandada pela Prof. Iraídes M.P.D. Baffa, engenheira civil, especialista em concreto armado e autora do projeto de pesquisa, já depositou patente do produto no Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI). A pesquisa já despertou a atenção de uma empresa austríaca (www.gk-construction.com) que mostrou interesse por apoiar a continuidade dos estudos, verificando se permite a utilização também de sapatos que foram descartados, nas soluções de controle de ruído de estradas perto do perímetro urbano. O projeto foi desenvolvido nos laboratórios da UNIFRAN, e vem sendo ampliado em estudos de prevenção da perda auditiva induzida por ruído de maquinas e equipamentos na indústria com a colaboração da profa.Dra. Ana Cláudia M. B. dos Reis. O apoio técnico da UNIFRAN e o apoio financeiro da FUNADESP foram fundamentais para viabilizar esta pesquisa, permitindo a busca de soluções para um desenvolvimento sustentável nesta região e abrindo perspectivas de contatos de parcerias com outras instituições de pesquisa, diz a Prof. Iraídes. A UNIFRAN parte agora para divulgar e introduzir o produto no mercado, esperando contar com o interesse da indústria de artefatos de couro e curtumes em beneficiar seu resíduo sólido obtendo as vantagens do estudo da reciclagem em andamento.



Fonte: Unifran

Ano da Publicação:
2007
Fonte:
http://www.universia.com.br
Autor:
Rodrigo Imbelloni
Email do Autor: