Em média cerca de 50% do lixo urbano é constituído por papel, papelão e seus derivados; cerca de 20% é constituído de matéria orgânica e resíduos, como restos de comida, cascas e frutas. Os vasilhames de vidro representam cerca de 13% enquanto que os metais somam 10% e os derivados de plástico ficam com 7% do total.



Segundo estudo, realizado há alguns anos pelo Ministério da Saúde, revelam que o Brasil produz uma montanha de mais de 80 mil toneladas de lixo por dia, das quais somente a metade é coletada. Da parte que é coletada, cerca de 34% vai para os lixões a céu aberto ou aterros sanitários e 66% termina em beiras de rios e áreas alagáveis em épocas de chuvas fortes. Não se admira que 65% das internações em hospitais populares decorrem de doenças transmissíveis pela manipulação ou ingestão de águas pluviais e fluviais. Em São Paulo, por exemplo, somente cerca de 0,8% das 12 mil toneladas de lixo diário são recicladas.

Fonte: Revista Eletrônica de Ciências – Abril de 2003

Ano da Publicação:
2007
Fonte:
http://zonaderisco.blogspot.com/2006/08/curiosidade-lixo-urbano.html
Autor:
Rodrigo Imbelloni
Email do Autor: