No Brasil a produção de energia elétrica da biomassa é estimada em cerca de 3% da energia elétrica total: 10 TWh (1999), sendo 4.1 em co- geração na industrialização de cana, 2.9 na industria de papel e celulose, e cerca de 3 TWh em diversas unidades utilizando resíduos agrícolas.Há uma clara transição dos usos envolvendo “baixo nível tecnológico”, como o uso da lenha para cozinhar, para processos mais avançados e classificados como “modernos”, que são vetores de transformação da biomassa para energia elétrica e combustíveis. No caso do Brasil há questões importantes quanto ao uso da biomassa, a partir da constatação de que somos relativamente grandes usuários e já incorporamos comercialmente usos “modernos”:Há realmente “vantagens relativas” para o uso maior de biomassa no Brasil? Se há, como podemos quantificá-las (potencial e tecnologias)?

Ano da Publicação:
2007
Fonte:
http://www.ripa.com.br
Autor:
Rodrigo Imbelloni
Email do Autor: