VIABILIZAÇÃO TÉCNICA E ECONÔMICA DA RECICLAGEM DOS RESÍDUOS DE GESSO

Após a instauração da resolução nº 307 do CONAMA, a necessidade de reciclar os resíduos da construção civil tornou-se ainda mais visível. Tratando-se do gesso, que é um material proeminente na construção brasileira, é interessante reaproveitar o rejeito visto que as maiores reservas de matéria-prima não se encontram próximas dos centros consumidores. O trabalho visou avaliar se a reciclagem do gesso é viável, em relação as propriedades do material e à viabilidade econômica do processo. O material coletado dos resíduos de obras correntes foi submetido a duas temperaturas de desidratação, observando suas características frente às do gesso comercial nos traços mais comumente utilizados na construção civil. Os aspectos técnicos avaliados foram as propriedades físicas e mecânicas para o gesso reciclado e comercial. Quanto ao aspecto econômico, foram visitadas diversas obras e por meio de medições foram obtidos os coeficientes de consumo do material e desperdício, por metro quadrado. O resultado obtido demonstrou que as propriedades do novo material se assemelham e até são mais favoráveis em relação ao gesso comercial e que a quantidade de resido de gesso hidratado gerado é grande, favorecendo o processo de reciclagem.

Check Also

Modelo para la estimación de costos de la gestión de residuos reciclables con inclusión de recicladores

Herramienta para el análisis de costos asociados a diferentes niveles de inclusión de recicladores, de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *