O consumismo e a geração de resíduos sólidos no Brasil

Utilizando pesquisa bibliográfica e documental, este artigo investiga uma das características
culturais predominantes nas sociedades contemporâneas, a busca da satisfação através do
consumo exagerado de bens, associada às consequências ambientais pela ampliação na geração
de resíduos sólidos urbanos. Contextualiza a situação atual e os instrumentos de políticas
aplicáveis à minimização na geração desses resíduos no Brasil. Conclui que a combinação de
instrumentos de comando e controle, econômicos e de comunicação permite melhorias, desde
que a gestão de resíduos urbanos seja percebida de forma sistêmica e holística.

Check Also

Modelo para la estimación de costos de la gestión de residuos reciclables con inclusión de recicladores

Herramienta para el análisis de costos asociados a diferentes niveles de inclusión de recicladores, de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *