Avaliação dos principais aspectos da reciclagem de veículos em fim de vida

As discussões e pesquisas na busca da sustentabilidade destacam-se atualmente para orientar a implantação de políticas e legislações ambientais no mundo. Desde a década de 90 a preocupação com a recuperação dos materiais dos veículos em fim de vida começou a fazer parte da rotina em muitos países membros da Comunidade Europeia, nos EUA e Japão. Este movimento vem crescendo cada vez mais no mundo motivado pelo crescente volume de veículos colocados no mercado a cada ano e na necessidade de recursos e soluções ambientalmente corretas para os volumes também crescentes de veículos que chegam ao fim de sua vida útil. O grande volume de materiais aplicados na fabricação de um veículo o torna alvo de inúmeros estudos visando aumentar cada vez mais e de forma mais eficiente a sua recuperação e reintrodução no ciclo de produção. Desta forma a reciclagem dos veículos tem se apresentado como uma solução para os países onde ela está sendo aplicada. A Alemanha desempenhou desde o início um papel impulsionador para o mundo neste tema. No Brasil, no entanto, apesar do crescimento de novos veículos nas ruas e consequentemente o aumento de veículos que deixam de circular no país, o tema da reciclagem ainda não ocupou o devido destaque nas discussões entre governo, empresários e sociedade para estabelecer política e legislação específica. A mesma lacuna se apresenta no Paraná (PR) onde 47% da frota total de veículos têm mais de 10 anos de idade. Veículos antigos contribuem enormemente para a emissão de poluentes pela obsolescência da tecnologia que possuem, apresentam maior consumo de combustível e afetam a segurança e a mobilidade no trânsito. Quando chegam ao final da vida útil, os veículos armazenados de forma inadequada causam grandes impactos ambientais como a contaminação de água e solo além de tornarem-se criadouros de insetos como o mosquito da Dengue além de impactarem negativamente sobre a paisagem das cidades. Baseado nisso o principal objetivo foi buscar uma comparação com um estado experiente na reciclagem de veículos e por isso foi escolhido o estado de Baden-Württemberg (BW) na Alemanha onde há mais de duas décadas este processo é realidade e mostra bons resultados. O estudo iniciou com uma revisão de literatura sobre os principais procedimentos legais, técnicos e administrativos ligados à gestão dos veículos em fim de vida. Baseado nesses elementos foram realizadas pesquisas junto a empresas ligadas à este processo em BW através de questionário e visitas técnicas. A partir do levantamento dos dados, foram elaborados quadros comparativos com o intuito de evidenciar as discrepâncias e identificar oportunidades e limitações da implantação de um sistema de reciclagem de veículos no PR. Considerando as informações obtidas, foi possível construir algumas propostas dentre as quais um fluxo para a gestão do fim de vida dos veículos, um processo de desmontagem, um processo de monitoramento e dois cenários de renovação de frota. O potencial, as limitações e as oportunidades da implantação do sistema proposto de reciclagem de veículos em fim de vida no PR foram evidenciados mostrando os ganhos potenciais para o Estado, sociedade, empresas e meio ambiente.

Check Also

Modelo para la estimación de costos de la gestión de residuos reciclables con inclusión de recicladores

Herramienta para el análisis de costos asociados a diferentes niveles de inclusión de recicladores, de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *