Contribuição do lixo ribeirinho na contaminação de praias do litoral sul de Pernambuco

Os ambientes costeiros são regiões suscetíveis ao acúmulo de resíduos sólidos principalmente plásticos que se originam
de inúmeras fontes. O presente estudo analisa a questão do lixo, no período de julho de 2001 a setembro de 2002 em
duas praias do litoral sul de Pernambuco – Brasil; Tamandaré e Várzea do Una. Tamandaré é uma praia de fácil acesso,
bastante freqüentada durante o verão e que dispõe de limpeza urbana na orla, o contrário do que ocorre na Várzea do
Una. Ambas estão inseridas nas bacias de drenagem de vários rios. O estudo abordou a contribuição dos rios na contaminação
da orla por plásticos e outros derivados do petróleo. Os transectos amostrais foram em número de quatro para
Tamandaré e um para Várzea do Una, com área de aproximadamente 2.500m2 abrangendo desde a duna frontal (incluindo
a vegetação) até próximo a linha d’água na maré baixa. Os resultados demonstraram que os itens mais freqüentes estavam
relacionados à alimentação, pesca, limpeza doméstica e esgoto/higiene pessoal, indicando a forte contribuição de fontes
baseadas em terra. Várzea do Una obteve o grau máximo de contaminação devido à proximidade com a foz do Rio Una.

Check Also

Modelo para la estimación de costos de la gestión de residuos reciclables con inclusión de recicladores

Herramienta para el análisis de costos asociados a diferentes niveles de inclusión de recicladores, de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *