Caracterização dos resíduos de construção e demolição na unidade de recebimento de resíduos sólidos no município de Campo Mourão-PR

A construção civil tem como desafio unir progresso e avanço econômico à sustentabilidade e preservação ambiental. A grande quantidade de resíduos da indústria da construção civil é decorrente em sua maioria, de materiais provenientes dos canteiros de obras, conhecidos como Resíduos de Construção e Demolição (RCD`s) resultantes do processo de execução de um serviço. Desse modo o objetivo desse trabalho foi quantificar os RCD`s de uma unidade coletora de resíduos sólidos no Município de Campo Mourão-Pr. O trabalho foi realizado em duas etapas, sendo que a primeira foi verificar a quantidade de empresas coletoras de RCD`s na cidade e os respectivos locais de depósito destes materiais. Na sequência buscou-se qual a quantidade dos RCD`s na unidade coletora, identificando assim quais os tipos de materiais depositados entre os meses de fevereiro a julho de 2009. Os resultados mostraram que há 10 empresas coletoras de materiais da construção e uma unidade coletora, onde é realizada a triagem e classificação dos materiais a serem reciclados e ou reutilizados. A unidade coletora é responsável pelo destino de aproximadamente 80% dos resíduos sólidos da construção civil geradas no Município. Verificou-se que durante os meses analisados, que o volume de materiais recebidos foi 24594 m3, selecionados por classes A, B, C e D. Conclui-se que embora a empresa esteja em fase de implantação, a quantidade de resíduos depositados tem sido gradativamente crescente, o que demonstra uma conscientização dos geradores desses resíduos. Porém, verificou-se a necessidade do gerenciamento de materiais nos canteiros de obras, uma vez que 100% dos materiais recebidos necessitam de triagem, acarretando maiores custos para a unidade coletora.

Check Also

Modelo para la estimación de costos de la gestión de residuos reciclables con inclusión de recicladores

Herramienta para el análisis de costos asociados a diferentes niveles de inclusión de recicladores, de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *