CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DO EFLUENTE LÍQUIDO DE UM ATERRO SANITÁRIO E PROPOSIÇÃO DE SISTEMA DE TRATAMENTO AVANÇADO

Os Processos Oxidativos Avançados (POAs) têm demonstrado ser uma opção adequada para o tratamento de efluentes contendo compostos tóxicos e/ou não biodegradáveis, inclusive no tratamento de lixiviados de aterros sanitários. Esses processos diferenciam por transformar a grande maioria dos contaminantes orgânicos em dióxido de carbono, água e ânions inorgânicos, através de reações de degradação que envolvem espécies transitórias oxidantes, principalmente os radicais hidroxila. Nesse contexto, a presente pesquisa teve como objetivo a caracterização física e química do lixiviado bruto proveniente do Aterro Sanitário Metropolitano de João Pessoa (ASMJP) e a proposição de um sistema avançado como alternativa para o tratamento desse efluente.

Check Also

Primer informe de resultados de estudios de minimización de residuos peligrosos en el País Vasco

En el marco de la legislación vigente, en concreto del Real Decreto 952/1997 así como …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *