Aterro sanitário da extrema – Porto Alegre: concepção de projeto

Neste trabalho são apresentadas as alternativas e a concepção técnica adotadas na definição do
projeto executivo do Aterro Sanitário da Extrema, localizado na zona sul do município de Porto
Alegre.
O local de implantação do projeto é uma antiga cava de saibreira. Assim, além da adequada
destinação dos resíduos sólidos, este projeto visa também a recomposição topográfica do local.
Para conformar a cava possibilitando implantar o aterro, faz-se necessário a movimentação de
228.000 m3 de material (saibro). A principal preocupação do projeto foi garantir a proteção
dos recursos hídricos da região, principalmente as águas freáticas. Para que em qualquer
situação se tenha uma distância mínima de 1,5 m entre o nível do lençol freático e os resíduos,
sob todo o corpo do aterro foi projetado o rebaixamento do lençol freático. Um duplo sistema
de impermeabilização será utilizado, composto por uma camada de argila compactada mais a
colocação de uma geomembrana de PEAD (Polietileno de Alta Densidade) de 2 mm de
espessura.
O líquido percolado será pré-tratado em filtro anaeróbio construído sob o próprio aterro, sendo
após transportado para tratamento final em uma ETE (Estação de Tratamento de Esgotos), a
uma distância de 3,5 km.

Check Also

Veja como retirar gratuitamente composto orgânico produzido a partir de resíduos de feiras livres em SP

O composto é utilizado como adubo no serviço de jardinagem em praças e áreas verdes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *