Avaliação do impacto ambiental gerado por efluentes fotográficos, gráficos e eadiológicos em Porto Alegre, RS, Brasil

O presente estudo tem o objetivo de dimensionar a geração e o

impacto ambiental dos efluentes fotográficos, gráficos e

radiológicos na cidade de Porto Alegre, RS – Brasil. Foram

avaliadas as quantidades de filmes e de insumos químicos

consumidos mensalmente e as quantidades dos efluentes gerados

a partir deste consumo.

Foram realizados ensaios ecotoxicológicos com a Ceriodaphnia

dúbia, onde comprovou-se a toxicidade aguda e crônica deste

efluente, relacionando-a com a presença da prata nos efluentes

gerados. Com a análise destes dados fica evidenciada a necessidade

de orientação aos serviços radiológicos, gráficos e fotográficos, no

sentido da diminuição dos custos de seus processos pelo

reaproveitamento do metal, tendo como conseqüência uma

redução na quantidade do efluente gerado

Check Also

Rio receberá a Rio+30 Cidades em 2022, nos moldes da Rio+20

Evento no próximo ano irá discutir as mudanças climáticas mundiais nos grandes centros urbanos. Prefeitura …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *