Avaliação do impacto ambiental gerado por efluentes fotográficos, gráficos e eadiológicos em Porto Alegre, RS, Brasil

O presente estudo tem o objetivo de dimensionar a geração e o

impacto ambiental dos efluentes fotográficos, gráficos e

radiológicos na cidade de Porto Alegre, RS – Brasil. Foram

avaliadas as quantidades de filmes e de insumos químicos

consumidos mensalmente e as quantidades dos efluentes gerados

a partir deste consumo.

Foram realizados ensaios ecotoxicológicos com a Ceriodaphnia

dúbia, onde comprovou-se a toxicidade aguda e crônica deste

efluente, relacionando-a com a presença da prata nos efluentes

gerados. Com a análise destes dados fica evidenciada a necessidade

de orientação aos serviços radiológicos, gráficos e fotográficos, no

sentido da diminuição dos custos de seus processos pelo

reaproveitamento do metal, tendo como conseqüência uma

redução na quantidade do efluente gerado

Check Also

Praia de São Conrado tem ‘tsunami de plástico‘ e gera repercussão mundial

As fortes chuvas de sábado revelaram uma triste realidade na Praia de São Conrado, no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *