Em Belém, resíduos sólidos e drenagem urbana passam a ser fiscalizados por agência reguladora

A capital paraense passa a contar com um importante instrumento na fiscalização dos serviços públicos de saneamento básico. A recém-criada Agência Reguladora Municipal de Belém (Arbel), que substitui a antiga Agência Municipal de Água e Esgoto (Amae) chega com a missão de ampliar a competência regulatória no município visando à qualidade dos serviços prestados em benefício da população.

Clique para ler a notícia na fonte original!

 

 

Check Also

DF terá marco regulatório para tratamento de resíduos

Proposta vai permitir instalação de usinas de produção de biogás/biometano, por meio de PPP Clique …