Inventário Estadual de Resíduos Sólidos – Relatório de 2002 – Versão 2

O inventário de 2002, ora apresentado, foi elaborado de forma a permitir a consulta

rápida e direta à evolução das condições dos sistemas de disposição e tratamento de

resíduos sólidos domiciliares desde 1997, constituindo-se numa valiosa ferramenta de

avaliação e acompanhamento das ações de controle ambiental.

Saliente-se que as informações referem-se apenas aos aterros e usinas de

compostagem em operação, não incluindo, portanto, os passivos ambientais

correspondentes a locais de disposição desativados, os quais são objeto de outras

ações específicas da CETESB

Check Also

Apenas 39 dos resíduos domésticos gerados no DF têm reciclagem como destino

Dados do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) mostram que só uma parte do lixo produzido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *