Reciclagem

A empresa SIL vai montar outra usina de reciclagem.

HYDERABAD, 15 de Abril. Encorajada pelo sucesso da primeira usina de processamento de resíduos sólidos cuja capacidade é de 500 toneladas por dia (tpd), e que está localizada em Gandhamguda, perto da cidade, a empresa Selco International Limited (SIL) espera instalar em breve uma outra usina de
500 tpd na mesma localidade.

Durante a apresentação de uma conferência sobre “Transformação de Resíduos Sólidos Municipais em Combustível de Alto Teor Energético”, em um Seminário Nacional sobre “Riqueza Vinda do Desperdício”, organizada pela Divisão Regional de Hyderabad (DRH) do Instituto Indiano de Engenheiros Químicos (IIEQ), o Sr. G. V. Ramakrishna, Presidente da SIL, disse que após rigorosos trabalhos de pesquisa e desenvolvimento, a empresa está lançando um novo produto chamado “briquete”, que está sendo aceito por um grande número de indústrias como um substituto mais barato do carvão.

Na sessão que antecedeu o seminário, o Sr. B.V. Raju e o Dr. K. Anji Reddy, industriários, foram parabenizados pela DRH do IIEQ. O seminário foi presidido pelo Sr. M. R. Krishnaiah, ex-Presidente da DRH do IIEQ.

O Sr. Ramakrishna informou que a empresa SIL está montando uma central geradora de força de 6,6 MW que usará 210 tpd de material pelotizado com alto teor energético, produzidas pela usina de processamento de resíduos sólidos. A dupla vantagem obtida com a disposição de resíduos sólidos municipais aliada à geração de combustível e energia foi possível graças a esse projeto único. Mostrou-se que resíduos sólidos heterogêneos podem ser transformados em produtos de alto valor comercial.

O Professor G. D. Yadav, Presidente do IIEQ, falou sobre os novos balizamentos para a redução da geração de resíduos sólidos e para as tecnologias ecológicas de processamento. Ele disse que os resíduos podem ser minimizados e a viabilidade econômica do processo pode ser alcançada através da “engenharia em cascata”. Isso envolve a realização das reações em um reator de cadinho simples, selecionando as condições apropriadas de reação com diferentes métodos de operação, ao invés de conduzir as muitas reações de várias etapas com separações intermitentes e purificações.

O Sr. V. M. Dholye, Vice-Presidente Sênior, dos Laboratórios do Dr. Reddy, disse haver três atitudes obrigatórias para que ocorra a redução de resíduos, a começar por aquela que visa a economia. A segunda, exigida devido à abertura da economia, são as barreiras não-comerciais aos produtos e processos que prejudicam o meio ambiente. A terceira é a crescente vigilância por parte de agências reguladoras, do público e das ONGs.

O Sr. M. Narayana Reddy, Diretor Executivo dos Laboratórios Virchow, disse que a sua unidade estava habilitada a economizar energia, controlar a poluição e reaproveitar diferentes tipos de resíduos. Enquanto as cinzas de carvão estão sendo utilizadas na fabricação de tijolos, os efluentes foram reciclados e usados nas torres de refrigeração.

O Sr. S. M. Rao, Gerente Geral (Departamento de Segurança), do Complexo de Combustíveis Nucleares (CCN), disse que as tecnologias desenvolvidas para o tratamento dos efluentes e dos resíduos pelo CCN forneceu um modo de gerar grandes lucros, a partir do lixo tóxico, de forma benéfica ao meio ambiente. Os produtos industriais como o nitrato de sódio e o nitrato de amônio estão sendo produzidos, a partir dos efluentes do CCN, pelas indústrias de pequeno porte. O último produto nesta série foi o do reaproveitamento do óxido de zircônio, material utilizado na lapidação de diamantes americanos>

Fonte: India’s National Newspaper
Autor: J. H. Penido
Email do Autor: jpenido@resol.com.br

Check Also

Lâmpadas fluorescentes e sua reciclagem

BY RICARDO RICCHINIIN RECICLAGEM DE LÂMPADAS — 25 ABR, 2015 Conheça um pouco mais sobre …