A Itália planeja incinerar mais lixo

A parte do lixo italiano que é atualmente incinerada é demasiadamente baixa e deve quadruplicar para que o país cumpra a legislação vigente, de acordo com peritos da indústria, autoridades locais e a reunião da agência ambiental em Milão recentemente.


Sob o chamado decreto de Ronchi, de 1997, somente o recebimento do lixo inerte e tratado e das cinzas do incinerador deveriam ter sido permitidos nos aterros em janeiro de 2000. O fim do prazo foi subseqüentemente adiado para julho de 2001, e outra vez em 22 de agosto quando ficou claro que não poderia ser cumprido.


Atualmente a Itália incinera somente sete por cento de seu lixo, contra uma média européia de mais de 20 por cento. “Há um consenso que, em um nível estratégico, a incineração com o reaproveitamento da energia seja o grande passo que necessitamos dar”, diz um dirigente público aos repórteres. Ele acrescenta que o objetivo de 27 por cento foi visto como realista a médio prazo. O Ministro do Ambiente italiano diz estar pronto para emitir as novas diretrizes da política que pavimentam o caminho para um aumento significativo da incineração do lixo, e conceder poderes às autoridades locais para controlar os resíduos como julgarem adequado. O membro do partido verde no Parlamento, Marco Lion disse em uma declaração que um movimento do governo para a incineração mostraria o “desprezo para com o meio ambiente e a saúde pública”. O partido verde italiano responsabiliza o governo por não instalar “um sistema adequado de reaproveitamento do lixo, reciclagem e destinação final”, a fim de atingir os objetivos de um aterro ecologicamente correto.


A necessidade de aumentar “a aceitação social” em relação à incineração surgiu como um elemento chave em um estudo pró-incineração realizado no último inverno. Embora os depuradores de gás e os filtros caros possam reduzir emissões tóxicas para níveis abaixo dos limites legais, eles concentram também toxinas na cinza. A cinza de aterros e os filtros contaminados podem significar aos lençóis freáticos uma ameaça maior do que os resíduos originais.

Ano da Publicação: 2002
Fonte: Warmer Bulletin Enews #35-2002
Autor: Kit Strange, Warmer Bulletin
Email do Autor: kit@residua.com

Check Also

AMBIENTE NA EUROPA MELHOROU NOS ÚLTIMOS 5 ANOS

Um relatório divulgado pela Comissão Europeia no início de março mostra que, nos últimos cinco …