Giz e plástico produzem “o perfeito pote de iogurte”

Uma empresa sueca inventou um novo tipo de material que é parte giz, parte plástico. A mistura produz uma embalagem leve, não nociva ao meio ambiente e com um atrativo extra – quando queimada, neutraliza os vapores de ácido gerados pelos incineradores de lixo. A empresa tem o apoio de Hans Rausing, o ex-magnata sueco da embalagem de papelão, que fundou o Warmer Bulletin em 1983.



A EDIE informa que a embalagem de giz Ecolean, que teve o seu desenvolvimento iniciado em 1996, pesa, em média, metade daquela feita com mistura de papel/plástico, utilizada em caixas de leite e sucos. Ainda melhor, o giz – um mineral natural – pode neutralizar solo ácido ou os vapores dos incineradores quando queimados como lixo.



Por ser extraído, o giz também reduz a quantidade de energia necessária para produzir um pote de iogurte ou de manteiga, comparado com um totalmente de plástico, explica a Ecolean. Porém, apesar dos alegados benefícios de sua mistura de giz, a empresa enfrenta um problema maior – pela lei sueca, devido ao giz ser mais pesado do que o plástico, a empresa paga taxas ambientais mais altas, pois estas são totalmente baseadas no peso da embalagem.



A Ecolean continua a vender para a Rússia, China e Europa Oriental, onde os mercados de embalagens ainda estão em expansão. Agora a empresa está aumentando o seu maquinário para satisfazer as demandas do mercado Ocidental, mais estabilizado, e acabou de receber seu primeiro pedido de uma pequena fábrica de laticínios na Finlândia.

Ano da Publicação: 2003
Fonte: WARMER BULLETIN ENEWS #15-2003: April 26, 2003
Autor: Kit Strange (Warmer Bulletin)
Email do Autor: kit@residua.com

Check Also

Reciclagem de papel: verdades e mitos

BY RICARDO RICCHINIIN RECICLAGEM DE PAPEL — 15 ABR, 2015 Tire suas dúvidas sobre o …