Indústria de plásticos da Grã-Bretanha trabalha com padrões de reciclagem.

Indústria de plásticos da Grã-Bretanha trabalha com padrões de reciclagem

O Conselho de Reciclagem de Plásticos (Plastics Recycling Council) acabou de lançar um projeto para gerar uma série de padrões para a indústria de reciclagem de plásticos.

O Conselho de Reciclagem BPF (BPF Recycling Council) é a organização sem fins lucrativos que representa a indústria de reciclagem de plásticos da Grã-Bretanha. A indústria transforma mais de 400.000 toneladas de lixo plástico em novos produtos todo ano.

Fundado pelo Departamento de Indústria e Comércio (Department of Trade & Industry), Biffaward, EMR and ICL, o projeto está voltado para a criação de novos padrões para o lixo plástico que é o estoque base para os recicladores de plástico. Isto também criará uma estrutura, pela qual o produto reciclado poderá ser classificado de acordo com seu desempenho técnico.

O Conselho de Reciclagem BPF (BPF Recycling Council) acredita que a falta de padrões reconhecidos tem sido claramente identificada como uma barreira a muitas áreas de crescimento das indústrias de reciclagem de plástico. Outras legislações da GB e da UE estão programadas para terem início na próxima década, que precisará de um aumento de 300% no volume de reciclagem de plásticos depois do uso. Sem estes padrões, estes novos objetivos serão difíceis de serem alcançados.

As indústrias de reciclagem de papel, vidro, metais e outros materiais já reconheceram internacionalmente graus variados de separação de lixo, mas a reciclagem de plásticos, por ser uma indústria relativamente nova, ainda não desenvolveu padrões para esta classificação. O projeto desenvolverá padrões que permitirão que os geradores e comerciantes do lixo classifiquem o lixo plástico em padrões predeterminados, e os recicladores poderão, assim, especificar o lixo e a sucata de que precisam para reciclagem.

O segundo padrão será uma estrutura, de comum acordo entre as indústrias de processamento de plástico, que compram produtos reciclados a partir de recicladores de plásticos. Isto possibilitará que os recicladores de plásticos gerem suas próprias planilhas de dados técnicos em um formato aceitável com dados e tolerâncias conhecidos, exigidos pelas indústrias de processamento

Ano da Publicação: 2002
Fonte: Warmer Bulletin
Autor: Keith Strange, tradução de Hernán Baeza
Email do Autor: kit@residua.com

Check Also

Aterros sanitários: será que existe solução?

Uma notícia me chamou atenção nesta semana. Na abertura da 18ª Marcha em Defesa dos …