Pesquisa da União Internacional para a Conservação da Natureza é apresentada na COP-25, em Madri

A organização científica União Internacional para a Conservação da Natureza concluiu que a perda de oxigênio nos oceanos atingiu níveis sem precedentes e que pelo menos 700 áreas passaram a ser classificadas como “zonas mortas”.

Clique para ler a notícia na fonte original!

 

 

Check Also

Fux mantém determinação para que município de Lagoa Santa/GO remova lixo de aterro irregular

Ministro considerou os fortes indícios de dano ao ecossistema ocasionado pelo terreno, com possíveis prejuízos …