Taxas em Tampa

Em Tampa, os moradores pagam US$21.25 por mês pelo serviço de resíduo sólido, o que inclui coleta de lixo duas vezes por semana, reciclagem de lixo de passeio, coleta de resíduos orgânicos de jardim e outros serviços. A taxa cobre os custos dos serviços, tornando o departamento auto-sustentável.



O serviço de reciclagem de lixo de passeio de Tampa, em 20 meses de existência, apresenta alguns resultados bons e outros nem tanto. 50 a 60 por cento de domicílios participam, em alguns bairros mais ricos, enquanto somente 10 por cento participam, em alguns bairros de trabalhadores. Ao todo, aproximadamente 25 a 30 por cento dos moradores da cidade reciclam, enquanto somente o Condado de Hillsborough conta com uma taxa diferencial de 40 por cento. No entanto, desviar lixo do aterro sanitário não é uma questão primordial em Tampa como é em outras áreas, uma vez que a usina de transformação de resíduo em energia pode receber todo o resíduo combustível, o que significa que a cidade deve enviar somente 20 por cento de seu lixo para o aterro sanitário.





Comitê deseja que os incineradores sejam reclassificados – a importância das palavras



No estado americano de Wisconsin, o Comitê de Supervisores do Condado de Barron deseja que o Comitê de Recursos Naturais do estado reconsidere a classificação feita de seu incinerador que transforma resíduo em energia, em Almena. A razão é a economia de aproximadamente US$7,000 anuais em taxas de licenciamento.



O jornal “Barron News Shield” informa que o condado construiu a instalação para transformar resíduo em energia em 1986, foi aclamado por legisladores e oficiais do estado como um sopro do futuro e uma substituição para aterros sanitários, cujo fechamento havia sido decretado. Desde 1986, o incinerador processou aproximadamente 32,000 toneladas de resíduos sólidos municipais por ano, objetivando a disposição de resíduos e, ao mesmo tempo, cria energia em forma de vapor, utilizado por uma fábrica de queijos adjacente.



Desde então, o Comitê de Recursos Naturais reescreveu suas regras administrativas e reclassificou o incinerador como um “combustor de lixo municipal”.A categoria de Combustor de Lixo Municipal não existia em 1986, e a instalação foi classificada como um “incinerador” então, isenta de taxas de licenciamento sob o artigo NR 520.15(3) Tabela 2; Nota de rodapé 3, que determina: “O departamento deverá renunciar às taxas de revisão de projeto e taxas de licenciamento para uma instalação de processamento ou incinerador, o qual tem como objetivo principal converter resíduos sólidos em materiais utilizáveis, produtos ou energia.” ·

A isenção não se aplica à categoria de “Combustor de Lixo Municipal.” ·

O condado alega que sua instalação é claramente um “incinerador”, que tem como objetivo principal converter resíduos sólidos em materiais utilizáveis, produtos ou energia. O condado deseja que o Comitê do Departamento de Recursos Naturais modifique o artigo das regras para incluir Combustor de Lixo Municipal como uma categoria de instalação isenta de taxas de licenciamento.

Ano da Publicação: 2003
Fonte: WARMER BULLETIN ENEWS #15-2003: April 26, 2003
Autor: Kit Strange (Warmer Bulletin)
Email do Autor: kit@residua.com

Check Also

AMBIENTE NA EUROPA MELHOROU NOS ÚLTIMOS 5 ANOS

Um relatório divulgado pela Comissão Europeia no início de março mostra que, nos últimos cinco …